(11) 3159-3636, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h|sedesecretaria@atpiesp.org.br
Você está em:» Tradução Juramentada
Tradução Juramentada

O que é Tradução Juramentada?

A tradução juramentada é aquela exigida no País, para que documentos em idioma estrangeiro tenham efeito perante órgãos federais, estaduais e municipais, em qualquer instância, juízo ou tribunal, tabelionatos e cartórios em geral, instituições de ensino, agências reguladoras e fiscalizadoras.

Chamamos de “tradução” quando passamos de outro idioma para o português e de “versão” quando passamos do português para outro idioma.
Em todas as traduções juramentadas de tradutores matriculados na JUCESP deve constar:

  1. o nome completo do tradutor público e intérprete comercial;
  2. o número de sua matrícula na Junta Comercial do Estado de São Paulo;
  3. o idioma;
  4. o número de Inscrição no C.P.F. – Cadastro de Pessoas Físicas, do Ministério da Fazenda;
  5. o número de ordem da tradução ou versão feita, com menção do número de ordem do livro “Registros de Traduções” e das respectivas folhas em que foram lavradas;
  6. a identificação do documento traduzido ou vertido;
  7. o valor dos emolumentos cobrados e o número e série do recibo respectivo;
  8. data e assinatura do tradutor público e intérprete comercial.

Não é obrigatório constar no papel timbrado o brasão da república nem referência à República Federativa do Brasil.

As traduções ou versões deverão acompanhar sempre os documentos originais ou cópias autênticas a que se referirem.

O Tradutor Público

O profissional Tradutor Público e Intérprete Comercial é conhecido popularmente como tradutor juramentado, o que caracteriza a mesma figura.

Para exercer o ofício, o Tradutor Público e Intérprete Comercial deve ser aprovado em concurso público e nomeado pela Junta Comercial de seu estado. A profissão foi regulamentada pelo Decreto Federal nº 13.609 de 21 de outubro de 1943. Por lei, o tradutor público é o profissional habilitado para executar traduções ou versões de documentos e atuar como intérprete em atos oficiais.

A JUCESP – Junta Comercial do Estado de São Paulo emitiu a Deliberação nº 04/00 sobre as determinações, normas e orientações para desempenho correto das atividades dos tradutores públicos e o DREI – Departamento de Registro Empresarial e Integração emitiu a Instrução Normativa nº 84, que dispõe sobre a habilitação, nomeação e matrícula e seu cancelamento.