• CENTENÁRIO DE MURILO RUBIÃO NA CASA DAS ROSAS

    De 5 a 29 de julho de 2016

     Enquanto se consagrava a literatura regional brasileira nas décadas de 1930 e 1940, com as importantes figuras de Jorge Amado, Graciliano Ramos e José Lins do Rego, entre outros, um escritor mineiro criava histórias absurdas com personagens surreais. Era Murilo Rubião (1916–1991), um dos pioneiros da literatura fantástica no Brasil e na América Latina. A partir do dia 5 de julho, os fãs de literatura e visitantes da Casa das Rosas poderão conhecer a trajetória e as obras murilianas, na mostra Quase Roteiro – Centenário de Murilo Rubião.

    Com curadoria de Cleber Cabral, a exposição reúne cartas, fotografias, livros, manuscritos, programas das montagens teatrais e rascunhos. Assim, apresenta um percurso pela trajetória fantástica do autor de O Ex-Mágico (1947), O Pirotécnico Zacarias (1974), A Casa do Girassol Vermelho (1974) e O Homem do Boné Cinzento e Outras Histórias (1990). Rubião, explica Cabral, tem poucas obras, porém significativas para a literatura brasileira.

    O evento é uma parceria das Oficinas Culturais do Governo do Estado de São Paulo, tendo iniciado na Oficina Cultural Gerson de Abreu, durante o 4º Festival Paulista de Literatura de 2016.

    Serviço:

    Quase Roteiro – Centenário de Murilo Rubião

    Curadoria: Cleber Cabral | Parceira: Oficinas Culturais

     +55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 • contato@casadasrosas.org.br

    Av. Paulista, 37 • Bela Vista • CEP 01311-902 • São Paulo • Brasil